Loading...

domingo, 22 de junho de 2014

Pior que sofrer é não resolver...



- Só brigue com quem vale a pena. Nunca para ter razão.
- Poupe energia, sorria e finja que não entendeu
- Afeto bom é inteiro: sem quinas, nem gambiarras.
- Afeto bom não emperra, não engancha. Apenas flui.
- No trânsito ou você desvia ou se amassa. Na vida é assim também. Desvie.
- Se você descobriu, não cubra de novo como se não tivesse visto.
- Verdades e verduras podem não ser saborosas. Mas fazem bem à saúde.
- Silêncios podem ser grande economia de energia e tensão.
- Deixe ir o que não serve. Descarte.
- Algumas portas só abrem uma vez. Pense rápido.
- Desentulhe tralhas e afetos. Vida é muito mais do que isso.
- Atitudes podem doer. Dói, mas passa. Você já sabe disso. Pior que sofrer é não resolver.

Mônica Raouf

sexta-feira, 13 de junho de 2014

Relacionamento..



Sempre acho que namoro, casamento, romance, tem começo, meio e fim.
Como tudo na vida. Detesto quando escuto aquela conversa:
- Ah, terminei o namoro…
- Nossa, estavam juntos há tanto tempo……
- Cinco anos…que pena…acabou….
- é… não deu certo…

Claro que deu! Deu certo durante cinco anos, só que acabou.
E o bom da vida, é que você pode ter vários amores.
Não acredito em pessoas que se complementam. Acredito em pessoas que se somam.
Às vezes voce não consegue nem dar cem por cento de você para você mesmo, como cobrar cem por cento do outro ?

E não temos essa coisa completa.
Às vezes ela é fiel, mas é devagar na cama.
Às vezes ele é carinhoso, mas não é fiel.
Às vezes ele é atencioso, mas não é trabalhador.
Às vezes ela é muito bonita, mas não é sensível.
Tudo junto, não vamos encontrar.

Perceba qual o aspecto mais importante para você e invista nele.
Pele é um bicho traiçoeiro.
Quando você tem pele com alguém, pode ser o papai com mamãe mais básico que é uma delícia.
E as vezes você tem aquele sexo acrobata, mas que não te impressiona…
Acho que o beijo é importante… e se o beijo bate…se joga…, se não bate….mais um Martini, por favor…e vá dar uma volta.

Se ele ou ela não te quer mais, não force a barra. O outro tem o direito de não te querer. Não brigue, não ligue, não dê pití.
Se a pessoa tá com dúvidas, problema dela, cabe a você esperar…. ou não.
Existe gente que precisa da ausência para querer a presença.
O ser humano não é absoluto. Ele titubeia, tem dúvidas e medos, mas se a pessoa REALMENTE gostar, ela volta.

Nada de drama.

Que graça tem alguém do seu lado sob pressão?
O legal é alguém que está com você, só por você. E vice versa.
Não fique com alguém por pena.
Ou por medo da solidão.
Nascemos sós.
Morremos sós.

Nosso pensamento é nosso, não é compartilhado.
E quando você acorda, a primeira impressão é sempre sua, seu olhar, seu pensamento.
Tem gente que pula de um romance para o outro.
Que medo é este de se ver só, na sua própria companhia? Gostar dói.
Muitas vezes você vai sentir raiva, ciúmes, ódio, frustração… Faz parte.
Você convive com outro ser, um outro mundo, um outro universo.
E nem sempre as coisas são como você gostaria que fosse….
A pior coisa é gente que tem medo de se envolver.
Se alguém vier com este papo, corra, afinal você não é terapeuta. Se não quer se envolver, namore uma planta.

É mais previsível.
Na vida e no amor, não temos garantias.
Nem toda pessoa que te convida para sair é para casar.
Nem todo beijo é para romancear.
E nem todo sexo bom é para descartar… Ou se apaixonar… Ou se culpar…
Enfim…quem disse que ser adulto é fácil ??

Arnaldo Jabor

sexta-feira, 6 de junho de 2014

Relacionamento x Excesso de opção...



Batendo um papo hoje (pelo whatsapp, não pelo telefone, como antigamente), levantei esta questão e me inspirei a escrever!

Como é difícil, nos tempos atuais, manter um relacionamento!!! Sim...porque a cada, sei lá, 100 casais que eu vejo se formar, uns 3 vão adiante...se muito!

Aí eu leio algumas bobagens (desculpem a sinceridade), tais quais: "acabou o amor". Que papo torto, o amor não acabou! Ele ficou banalizado, talvez. Não vou citar nomes, mas vejo menina que namora, mas no "inbox" fica dando mole pra amigo meu...e depois de dizer coisas do tipo "vamos marcar um chopp, mas precisa ser na terça", lá está ela postando foto com o namorado com dizeres do tipo "amor pra toda vida". Sim...é isso aí! Não tô sendo machista, o contrário também ocorre, só usei exemplo que vivenciei.

Uma das causas disso é o "descrédito" no sentimento do próximo. A pessoa está lá, namorando, "feliz", mas fica antenada nas "possibilidades", não se entrega por completo!
É tipo: "te amo mas se vc der um mole já tenho uma fila de espera atrás de você". As pessoas buscam as soluções mais práticas, não se faz mais casal como antigamente, aonde quando algo dava errado, lutava-se pra superar. Não é só com o amor, é com tudo. Quem aqui leva microondas pra consertar??? Quebrou, compra outro! Tá tudo errado!!!

Dentre tantas vertentes, tantas possíveis causas, na minha visão, está o "Excesso de Opção"...
É, amigos, aqui que o bicho pega...

Há muito tempo atrás conheci uma menina...meu coração disparou, eu era um adolescente...foi arrebatador...foram 9 anos de namoro, de devoção...admiração...amor...
Lembro que o telefone dela tinha 7 digitos...faz tempo...rs...nem sonhava com celular!
Éramos "crianças"...mas durou NOVE anos...mas SÓ FOI POSSÍVEL porque não tinha orkut, facebook, twitter, celular, sms, whatsapp, email, par perfeito, badoo, eharmony, instagram, wechat, msn, bate papo da uol, tinder e nenhuma destas porras!!! rsrsrs

A EVOLUÇÃO necessária e, que amamos, trouxe a INVOLUÇÃO das relações interpessoais...ou das intrapessoais? Aposto na segunda opção...porque as pessoas parecem mesmo é não saber se comunicar consigo...não sabem o que de fato querem!

Hoje em dia, as coisas mudam numa velocidade tão escrota, que fica difícil acompanhar!
Antigamente você tinha o telefone fixo e o endereço da pessoa. "Quer falar comigo, me manda uma carta!".

Pensa comigo:

O casal se conhece, se curte, se conquista, se apaixona, se ama...vive bem, caminhando e construindo uma história a dois. Todos, TODOS, querem isso! Ou quiseram um dia! Ou vão querer! Mas as pessoas trabalham fora, malham, praticam atividades físicas, fazem cursos, pós, etc...conhecem cada vez mais pessoas. Isso faz com que elas tenham muitos contatos! E isso é genial!!! E com a evolução, veio a "individualidade" e suas "contradições". Raros são os casais em que um pega o celular do outro. Raros são os casais em que um sabe a senha do facebook ou do email do outro. Raros, inclusive, os casados que têm conta corrente conjunta...
Mas isso é normal hoje! Mais raro ainda os casais aonde um foca de verdade no outro. As mulheres se igualaram, traem da mesma forma...ou mais...sei lá, parece um lance de "tirar o atraso da história evolutiva da sociedade", como se "todo homem fosse igual"...mas e aí eu pergunto: as mulheres são diferentes?
Hoje todos são iguais...

Todos querem amar...tipo, a grande maioria das mulheres e, arrisco dizer, também dos homens, quer, em uma certa idade, casar, ter filhos, criar sua própria família com êxito.
Dar continuidade. Mas é igual querer ganhar na mega-sena. Todos querem...mas todos jogam??? Existe uma diferença enorme entre querer e "querer". Sempre queremos aquilo que parece mais correto. Mas fazemos por onde? Quantas pessoas você conhece que nunca foram infiéis??? Desculpem, amigos, mão no fogo só coloco por um ou dois...e pior, ambos são homens!
rsrsrs

Não critico a mulherada, eu acho que tem que ser isso mesmo, elas são iguais, na verdade, superiores. Amadurecem antes, são mais objetivas e melhor: não vivemos sem elas!

Sabe o que é legal nisso tudo? Aquela FDP que "roubou" seu namorado, minha querida, também já foi corna...ou irá ser! Então a culpa é nossa mesmo, porra!
Meu camarada, se tu fica lá, assediando a mulher do cara, só à espreita da primeira fragilidade do casal, você contribui pra ele ser sacaneado, mas um dia alguém vai fazer isso com você também!
Círculo vicioso, seria o termo!

O instituto da "família" está falido??? Salvam-se raras exceções??? O mundo tá perdido???

Porra nenhuma! Eu acredito SIM que no meio de tanta sujeira, de tanta escrotidão, ainda existam pessoas com sentimentos nobres. E mais, não sei se é otimismo ou excesso de fé, mas me incluo entre os que têm/terão uma pessoa assim. E se eu posso, você também deveria poder...

Então, não chore por pessoas que não te querem...não almeje pessoas que não irão te querer...olhe ao seu redor...abaixe um pouco a guarda...pense no que é de fato primordial pra você...pense aonde você desejaria estar daqui a 6 meses, daqui a 1 ano...daqui a 3 anos...descubra se o caminho que você está trilhando te leva nesta direção...se a resposta for "não", tome as rédeas da sua vida, deixa de ser inerte e vá em busca do seu sonho!

E mais, não banalize as palavras...nem os sentimentos...só "ame" quem vc de fato amar...só planeje, com quem de fato vc quer ficar...só se dedique, a quem vc de fato quer conquistar!

Rodrigo Castanheira